79 3214-0474
contato@monteironascimento.com.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Mundo Empresarial

Conheça o papel dos Stakeholders no mundo empresarial

Se formos pensar no universo da gestão de empresas, vemos que são necessários diversos recursos – financeiros, humanos, equipamentos e ferramentas de gestão de projetos – para fazer um negócio funcionar. Porém, além disso, também é muito importante ter o conhecimento dos stakeholders para alcançar os objetivos de uma estratégia. Mas, quem são os stakeholders?

Os Stakeholders são pessoas que têm interesse na gestão de empresas ou na gestão de projetos, tendo ou não feito investimentos neles. Do inglês, a palavra ‘stake’ significa interesse, risco. Já ‘holder’ significa aquele que possui, que está segurando algo. Desta forma, podemos interpretar a palavra stakeholder como parte interessada ou quem “segura o risco” se formos ser mais literais.

No universo de business, comunicação e tecnologia, é uma palavra que justamente sintetiza um grupo de pessoas que são importantes para a criação do planejamento de negócios ou o planejamento estratégico da empresa. É para quem você pensa o seu planejamento – “Quem irá investir em mim e na minha empresa? Quem seria ideal para este papel?” Estas pessoas que você pensar são os seus potenciais stakeholders.

Tipos de Stakeholders

Quando um profissional envolve-se com um projeto ou negócio, é fundamental que identifique quem são os stakeholders porque estas figuras também serão elementos principais da empreitada. No gerenciamento destes investidores é extremamente importante saber quem são as pessoas-chave que possam influenciar no sucesso de sua iniciativa em diversos aspectos, até mesmo com o cronograma de projeto – e para isso, há até stakeholders internos e externos.

Stakeholders internos:

São aqueles que estão ligados formalmente à empresa.

Colaboradores;

Gestores;

Gerentes;

Proprietários;

Acionistas.

Stakeholders Externos:

São aqueles que não estão ligados formalmente à empresa.

Clientes;

Fornecedores;

Credores e Investidores;

Estado;

ONGs;

Mídia;

Concorrentes.

Stakeholders x Shareholders

Cuidado para não confundir estes dois personagens tão importantes para o desenvolvimento e o planejamento estratégico da sua empresa. Os stakeholders comumente são confundidos com os shareholders. Os últimos são assim chamados porque ‘share’, em inglês, quer dizer dividir. Ou seja, são aqueles que dividem o risco ou o interesse com o dono da empresa.

Desta forma, os shareholders se caracterizam nas figuras dos acionistas – aqueles que, obviamente, dividem os riscos junto com os proprietários da empresa.

Porém, hoje em dia, um modelo de empresa tem crescido. O modelo stakeholder.  Conhecido também como modelo de responsabilidade social, o modelo stakeholder é aquele no qual o lucro alcançado pela empresa é dividido por todos aqueles interessados por ela, proporcionalmente: clientes, acionistas e proprietários, colaboradores, etc.

Este modelo é o contrário do modelo shareholder, onde apenas os acionistas teriam acesso a estes lucros. Por isso que o modelo onde a divisão dos lucros tem alcance a todos tem se tornado cada vez mais popular: por ter como princípio o bem estar social e promover o desenvolvimento da sociedade em suas várias camadas através da distribuição destes incentivos a todos os interessados da empresa.

14 de Outubro de 2019 às 18:11
Monteiro Nascimento participa de Fórum do Direito do Petróleo e Gás
Novidades

Em sua 6ª edição, o Fórum Internacional abordou mudanças regulatórias para o mercado competitivo e a complexidade tributária na indústria do gás.

9 de Outubro de 2019 às 19:51
Sócia do Monteiro Nascimento participa de Oficina sobre Crimes Cibernéticos
Novidades

O evento ofereceu aos integrantes do GECES- UNIT a oportunidade de desenvolver práticas pedagógicas onde os alunos contribuíram ativamente.

29 de Agosto de 2019 às 20:06
CESA recebe Presidente do TJSE
Aconteceu no CESA

Na oportunidade, o chefe do Judiciário sergipano palestrou para cerca de 40 advogados sobre os ‘Desafios da Presidência: planos do TJSE para o fortalecimento da instituição’.